Ida a Wolfsburg 5/10 | Autostadt – A cidade do automóvel

<– Post anterior: Ida a Wolfsburg 4/10 | AutoMuseum Volkswagen – Mostra especial Kafer Im Sportdress

Continuando nossa viagem, chegou a hora de conhecer a Autostadt (“cidade do automóvel” em alemão). A atração, como já disse, é imperdível para amantes de carros e fica bem ao lado da fábrica da Volks. Foi inaugurada em junho de 2000 e, desde então, está em contínua expansão e desenvolvimento.

Números e atrações

Fruto do trabalho de mais de 400 arquitetos, a Autostadt custou inicialmente 435 milhões de Euros e atrai cerca de 2 milhões de visitantes por ano. No local estão um museu; pavilhões das diferentes marcas do Grupo Volkswagen – Audi, Porsche, Lamborghini, Seat, Skoda, Bugatti e claro, Volkswagen; um hotel 5 estrelas; diversos restaurantes e cafés; espaços dedicados à sustentabilidade e ao desenvolvimento de carros; além das famosas torres envidraçadas – que entregam veículos 0km direto da fábrica para seu comprador.

E não é só, ainda é possível fazer test drive nos carros novos da marca e experimentar os sistemas técnicos rápidos de off-road e segurança da VW. Para as crianças (a partir de 5 anos de idade), uma autoescola ensina noções de direção e segurança em simuladores ou minicarros, com direito a teste para receber uma carteira infantil de habilitação.

Chegada

Na nossa chegada, já encontramos alguns carros antigos no estacionamento, um Fusca vermelho e um intruso: Ford Capri.

Ainda no estacionamento principal, 3 modelos do Grupo VW, todos na cor laranja, davam uma ideia do que veríamos lá dentro.

Em seguida, alguns registros do caminho até o parque. A fachada tem um enorme telão.

Pavilhão 1

No primero pavilhão, compramos ingressos e tivemos uma ideia do tamanho do parque.

Subindo as escadas rolantes, ainda no primeiro pavilhão, uma área mostra como são produzidos os carros, especialmente a parte de design, contando com um Golf em escala real e os interessantíssimos carros “fatiados”, onde podemos ver detalhes dos esqueletos tecnológicos dos veículos. Além disso, espaços para crianças, lojas, restaurantes e um salão voltado para a sustentabilidade.

A partir daqui, é preciso de ticket para entrar.

Informações

Horários – A Autostadt funciona 363 dias por ano, das 9h00 às 18h00, fechando apenas nos dias 24 e 31 de dezembro. O centro de entrega de carros zero-km abre aos compradores abre às 8h00

Refeições – Nove restaurantes e lanchonetes estão distribuídos pelas diversas áreas e pavilhões. Todos abastecidos com alimentos orgânicos, eles incluem uma steak house, pizzaria, cantina e um requintado restaurante de alta gastronomia.

Ingressos (1 dia/2 dias)

  • Adultos: 15 / 22 euros
  • Crianças / adolescentes (6 a 17 anos): 6 / 9 euros
  • Famílias (2 adultos + crianças até 17 anos): 38 / 57 euros
  • Crianças com menos de seis anos não pagam ingresso
  • Estudantes e idosos (acima de 60 anos): 12 / 18 euros

Tours e atrações especiais, como visitas à fábrica e experiências de direção, são cobrados à parte.

Informações detalhadas (em inglês) podem ser obtidas no link http://www.autostadt.de/en/visitor-information/

Dentro da Autostadt

A primeira visão é de mais um carro dentro dos “áquarios”, um Golf vermelho. Sabemos que de tempos em tempos estes carros são trocados, fazendo com que a visita seja sempre única.

Um pouco adiante, outro Golf, agora branco, equipado com as desejadas rodas Pirelli.

O segundo pavilhão abriga o Museu Zeithaus, que por si só, vale a visita. Vamos mostrá-lo em detalhes nos próximos posts, mas antes, a interessante loja de souvenires que fica no térreo. É preciso cuidado pra não gastar demais, pois dá vontade de levar tudo e os preços não são nada baratos. Caso queira comprar, recomendo voltar aqui logo antes de ir embora, pra não ter que carregar sacolas durante o resto do passeio.

Na continuação da nossa visita a Wolfsburg, a primeira parte do Museu Zeithaus, dedicada aos ícones do design da indústria automobilística.

Continua: Ida a Wolfsburg 6/10 | Autostadt – Museu ZeitHaus – Design Icons –>